Uma roda de cores (também referida como um círculo de cores) é uma representação visual de cores dispostas de acordo com sua relação cromática. Comece uma roda de cores posicionando matizes primários equidistantes um do outro, então crie uma ponte entre primárias usando cores secundárias e terciárias.¹

As cores tem uma linguagem própria e um papel tão fundamental quanto o conteúdo que você oferece. Elas podem prender sua atenção, te atrair, mudar o seu humor, e trazer uma variedade de emoções distintas.

Para ter certeza de que o seu conteúdo pode ser facilmente visto e lido, é preciso criar um contraste entre a cor do texto e a cor do background.

RODA DE CORES

A roda de cores ajuda a entender como as cores se relacionam entre si e vai orientá-lo a selecionar os seus esquemas de cores preferidos.​

 

Roda das cores - DM360

 

 

TERMINOLOGIA DE CORES

Cores primárias: cores em sua essência básica; aquelas cores que não podem ser criadas misturando outros.

 

 

 

 

 

Cores secundárias: as cores alcançadas por uma mistura de duas primárias.

 

 

 

 

 

Cores terciárias: as cores alcançadas por uma mistura de tons primários e secundários.

 

 

 

 

 

Cores complementares: as cores localizadas em frente a uma em uma roda de cores.

 

 

 

 

 

Cores análogas: as cores localizadas próximas em uma roda de cores.

CORES PASSIVAS E ATIVAS

A roda de cores pode ser dividida em intervalos visualmente ativos ou passivos. As cores ativas parecerão avançar quando colocadas contra matizes passivos. As cores passivas parecem recuar quando posicionadas contra matizes ativas.

 

 

 

 

 

 

  • Os tons de avanço são mais frequentemente pensados ​​para ter menos peso visual do que os matizes em declínio.
  • Na maioria das vezes tons quentes, saturados e de valor de luz são “ativos” e avançam visualmente.
  • As tonalidades frescas, baixas e saturadas, de cor escura são “passivas” e recuam visualmente.
  • Tintes ou matizes com uma baixa saturação aparecem mais claros do que tons ou cores altamente saturadas.
  • Algumas cores permanecem visivelmente neutras ou indiferentes.

RELAÇÕES DE COR

Os relacionamentos de cores podem ser exibidos como uma roda de cores ou um triângulo de cores.

O triângulo de cores do pintor consiste em cores que usamos frequentemente na classe de arte – aquelas cores que aprendemos como crianças. Os tons primários são vermelho, azul e amarelo.

 

 

 

 

 

O triângulo de cores das impressoras é o conjunto de cores utilizadas no processo de impressão. As primárias são magentas, cianas e amarelas.

 

 

 

 

 

O triângulo harmônico de nove partes do Goethe começa com as primárias da impressora; os secundários formados são as primárias do pintor; e os terciários resultantes formados são neutros escuros.

CORES COMPLEMENTARES

Observamos uma roda de cores para entender as relações entre as cores. As cores análogas são posicionadas de modo a imitar o processo que ocorre quando misturando tons. As cores que se posicionam umas às outras são cores complementares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chamar essas matizes em oposição direta uns aos outros “complementos uns dos outros” é apropriado. As cores complementares trazem o melhor entre si.

Quando complementos totalmente saturados são reunidos, são notáveis ​​efeitos interessantes. Esta pode ser uma ilusão desejável, ou um problema se criando imagens que devem ser lidas.

ILUSÕES VISUAIS

 

 

Observe a ilusão de bordas destacadas e texto levantado. Isso pode ocorrer quando cores opostas são reunidas.

 

OPOSTOS PERCEPTIVOS.

Aprendemos com os relacionamentos exibidos por uma roda de cores que cada cor tem um oposto. Todas as cores têm uma roda de cores ao contrário, bem como um oposto perceptual.

Sem uma roda de cores, ainda é possível encontrar o oposto de uma cor e isto é devido a um fenômeno de nossos olhos. Devido às diferenças fisiológicas entre os indivíduos, as percepções de todos variam

 

LEIA: Guia passo a passo para implantar Marketing Digital

=====================================================================

© COPYRIGHT 1998-2013 JANET L. FORD SHALLBETTER, WORQX.COM

 

LICENÇA CREATIVE COMMONS ATRIBUIÇÃO-NÃO COMERCIAL – COMPARTILHAMENTO AO MESMO NÍVEL 3.0 UNPORTED